Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

...

Nada me faz sentido... procuro um sentido uma orientação, mas as setas estão todas trocadas. As setas indicam nenhum destino nehuma direcção. Podemos procurar uma justificação mas apenas encontramos mais duvidas e mais perguntas. Não existe nenhum refugio neste mundo, apenas podemos procurar uma fuga e é o que procuram quase todos...  Vou fazer de conta que acredito em ti ...

 

 

 

 

Era tudo quando ela me dizia, "Benvindo a casa", numa voz bem calma
Acabado de entrar, pensava como reconforta a alma
nunca tão poucas palavras tiveram tanto significado
e de repente era assim, do nada, como um ser iluminado -
e tudo fazia sentido, respirar fazia sentido, andar fazia sentido, todo o pequeno pormenor em pensamento perdido
era isto que realmente importava, não qualquer outro tipo de gratificação
Não o que se ganhava não o bem que dizem de nós não, não, não
um novo carro, uma boa poupança, nem sequer a família, ou a tal aliança - nada...
Apenas duas palavras, um artigo, formavam a resposta universal
A minha pedra filosofal
Seguia para dentro do nosso pequeno universo
Um pouco disperso - pronto, dísponivel para ser submerso
Naquele mar de temperatura amena que a minha pequena abria para mim sempre tranquila e serena

Tento ter a força para levar o que é meu
Sei que às vezes vai também um pouco de nós
Devo concordar que às vezes falta-nos a razão
Mas nego que há razões para nos sentirmos tão sós
Vem fazer de conta, eu acredito em ti
Estar contigo é estar com o que julgas melhor
Nunca vamos ter o amor a rir para nós
Quando queremos nós ter um sorriso maior

Bem-vindo a casa dizia quando saía de dentro dela
O bonito paradoxo inventado por aquela dama bela
Em dias que o tempo parou, gravou dançou, não tou capaz de ir atrás, mas vou
porque sou trapalhão, perdi a chave, nem sei o caminho
nestes dias difusos em que ando sozinho e definho
à procura de uma casa nova do caixão até a cova
o percurso é duro em toda a linha, sempre à prova

Tento ter a força para levar o que é meu
Sei que às vezes vai também um pouco de nós
Devo concordar que às vezes falta-nos a razão
Mas nego que há razões para nos sentirmos tão sós
Vem fazer de conta, eu acredito em ti
Estar contigo é estar com o que julgas melhor
Nunca vamos ter o amor a rir para nós
Quando queremos nós ter um sorriso maior

Por isso escrevo na esperança que ela ouça o meu pedido de desculpas, de Socorro, de abrigo
não consigo ver uma razão para continuar a viver sem a felicidade do meu lar
da minha casa, doce casa, já ouviram falar?
É o refúgio de uma mulher que deus ousou criar
Com o simples e unico propósito de me abrigar
Não vejo a hora de voltar lá para dentro, faz frio cá fora
Faz tanto frio cá fora que eu já não vejo a hora...


Tento ter a força para levar o que é meu
Sei que às vezes vai também um pouco de nós
Devo concordar que às vezes falta-nos a razão
Mas nego que há razões para nos sentirmos tão sós
Vem fazer de conta eu acredito em ti
Estar contigo é estar com o que julgas melhor
Nunca vamos ter o amor a rir para nós
Quando queremos nós ter um sorriso maior (3X)

 

...

 

Procuramos todos nós um novo sentido.. queremos todos nós um sorriso maior ...

 

 

 

música: Casa - Da weasel

publicado por omeupequenoespaco às 02:35
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De la Niña de las Pompas de Jabón a 6 de Julho de 2009 às 09:24
Também ando à procura de um caminho e de sentidos para a minha vida... Acho que todos nós procuramos esses caminhos pelo menos uma vez na vida... Todavia, talvez o melhor caminho que possamos escolher seja o de seguir enfrente e tentar lutar, acreditar e sonhar que os problemas serão ultrapassados. Talvez demore, mas acredita que tudo chegará ao fim...


De Miss in love a 7 de Julho de 2009 às 23:18
esta musica ;)
passei muito tempo a ouvi-la, muitas viagens foram passadas ao som desta musica...
"vem fazer de conta eu acredito em ti" este verso diz-me muito...

temos os mesmos gostos musicais ;)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. 4 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Vivo ...

. Nós os dois ...

. Quanto ei mais grito ..

. Minha Rotina ...

. Valsa de um homem ...

. Believe ... quero acredit...

. For You ...

. Going under ...

. Subtil ...

. Sinto ...

. A coisa mais injusta ...

. Tu e eu ...

. Quem sou ...

. Não quero perder nada ...

. ÉS TU ...

. Sentimentos ...

. Quero-te tanto ...

. Circo de Feras ...

. Eu quero ...

. Amar ...

. ...

. Choose ...

. Hoje ... apenas posso esc...

. Um problema de que?!?!

. Está aqui alguém ...

. Caridade ... Compreensão ...

. Um momento ...

. É tão facil ....

. Leva-me contigo ... ilumi...

. Felicidade ...

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

SAPO Blogs
RSS